Postagens

Mostrando postagens de Março, 2019

Reflexão do Evangelho - Domingo, 31 de março

Imagem
Reflexão do Evangelho Domingo, 31 de março Lc 15,1-3.11-32 – Deus, Pai misericordioso - Parábola do filho pródigo

Deus, Pai misericordioso, solícito, pronto a perdoar e acolher, em sua inesgotável bondade, os pecadores arrependidos. Na realidade, o sentido dessa declaração de Jesus só se torna clara, quando, pela graça divina, se assume o caráter dinâmico da proporcionalidade direta entre a ignorância, gerada pelo pecado, e o impulso interior do amor, que conduz à união pessoal com Deus. Preservados das perturbações do espírito, libertados da situação pecadora, que nos separa e nos distancia de nossos semelhantes, nós, quais cidadãos do Reino, percebemos a proximidade concreta de Deus e alcançamos nossa autêntica realização como pessoa humana. Jesus nos ensina a viver, a amar, a perdoar. Para ilustrar essas suas palavras, Jesus conta a parábola do filho pródigo. É a breve história de um jovem, que esbanjou, totalmente, em terras distantes, o que tinha recebido em herança. No primeiro mom…

Reflexão do Evangelho - Domingo, 24 de março

Imagem
Reflexão do Evangelho Domingo, 24 de março Lc 13, 1-9: Convite à conversão - Solidariedade humana e religiosa

Alguns discípulos informam Jesus sobre um crime perpetrado por Pilatos, ocorrido no Templo, lugar sagrado de adoração a Deus, o que o torna ainda mais grave. Jesus aproveita a oportunidade para destacar que o mal praticado não se reduz aos relatos explicativos do fato ocorrido, mas que o mal tem suas raízes em nosso ser humano. Há, entre nós, uma solidariedade humana, sobretudo, religiosa. Somos dotados do poder positivo de errar e de não corresponder à realidade humana, que está em nós... que é obra nossa, não como um meio, mas como um fim. O olhar do Mestre... que olhar!... penetra o coração de cada um, convocando-os a evitar o mal e a serem, no e para além de todo relacionamento, mais e mais humanos. É o Evangelho da urgência, que assinala a solidariedade no bem, com frutos de serenidade, alegria e paz, no agir e no pensar. O Senhor não os quer tornar participantes, simplesmen…

Reflexão do Evangelho - Domingo, 17 de março

Imagem
Reflexão do Evangelho Domingo, 17 de março Mc 9,2-10 – O amor, força transfiguradora

Os Apóstolos, Pedro, Tiago e João, despertados, deixam seus sonhos, suas inoportunas metáforas... Mas, o que lhes garante estarem vendo o que seus olhos tocam... não seria ainda um sonho? Uma aparição refulgente, para além de toda linguagem! O rosto resplandecente como o sol, as vestes de um branco ofuscante! Jesus orava... ao seu lado, conversando com Ele, os antigos profetas, Moisés e Elias, que ressurgem e atestam ter Ele vindo para cumprir a Lei e os profetas. O fulgor de uma nuvem os envolve... e, numa visão de dimensões extraordinárias, eles contemplam a verdadeira humanidade de Jesus. Não mais dia nem noite, luz perpétua, imensa paz, para além de todo medo, doce e saboroso amor, fascínio irresistível d’Aquele que irradia paz, amor e alegria. Arrebatado, Pedro exclama: “Mestre, é bom ficarmos aqui. Façamos três tendas: uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias”. Maravilhados, os três discípu…

Reflexão do Evangelho - Domingo, 10 de março

Imagem
Reflexão do Evangelho Domingo, 10 de março Lc 4,1-13 – As tentações de Jesus


Por uma opção livre e pessoal, Jesus vai ao deserto, onde permanece por 40 dias. Humanamente, colocou-se numa situação muito difícil de sobrevivência, sem comer, com o risco de desidratar-se... uma loucura! Contradição à lógica da vida, inimiga de uma situação semelhante. Ele quer solidão, espaço de recolhimento e de oração, para dialogar com o Pai, e, despojado, entre as coisas, entender melhor a voz das pessoas e a miséria do coração daqueles aos quais Ele iria anunciar o Reino de Deus. Sem titubear, no pleno domínio de si mesmo, rejeita as ilusões e pretensões de um futuro prazeroso e tranquilo. Faminto, Ele ora, medita, quer ser livre, quer que todos vivam em paz. À oferta do Tentador, sem se desviar de sua missão, responde: “Nem só de pão vive o homem, mas da Palavra que sai da boca de Deus”. Volta a orar... O silêncio o envolve... a voz do Pai... voz de amor... amor que tudo preenche, amor que assinala ao …

Reflexão do Evangelho - Domingo, 03 de março

Imagem
Reflexão do Evangelho Domingo, 03 de março Lc 6, 39-45 - Perdão e misericórdia


Escribas e fariseus, homens da Lei, ficam surpresos com a atitude misericordiosa de Jesus. Até mesmo os discípulos se sentem perturbados, ao ouvi-lo sentenciar que quem experimenta a misericórdia divina estará pronto a perdoar e a ser benévolo para com todos. “Não é um devaneio? Não está Ele expressando excessiva condescendência com fracos e pecadores? ”, interrogam-se eles. Jesus se cala. O silêncio é importante... é a voz do mistério... mistério de amor e de misericórdia... da fé e da missão dada por Ele a cada seguidor seu. A intenção do Mestre é fortalecê-los na fé, é confirmá-los na missão, que lhes tinha dado. Por isso, pergunta-lhes: “Pode um cego guiar outro cego? Não cairão ambos num buraco? ”. Alguns dentre eles, insensíveis, mergulhados na sombra mais fusca, mais cinzenta do seu egoísmo, ressentem-se com essas palavras, e se esquecem dos discípulos, cuja missão era ser “luz do mundo”, anunciadores do …