Reflexão do Evangelho - Domingo, 01 de setembro


Reflexão do Evangelho
Domingo, 01 de setembro
Lc 14, 1.7-14 - Escolha dos primeiros lugares


Tendo sido convidado para um banquete, Jesus vê como os convidados, escribas e fariseus, acotovelando-se, buscavam os primeiros lugares à mesa. Diferentemente dos numerosos conselhos expressos nos Sapienciais sobre a boa conduta à mesa, Jesus procura despertar em seus discípulos uma atitude interior, válida, não só para aquele momento, mas para todas as circunstâncias da vida.
Sem questioná-los, encorajando-os com as palavras: “Eu estou no meio de vós, como aquele que serve”, Jesus aproveita a ocasião para conduzir os discípulos, no dizer de S. Cirilo de Alexandria, “a um estilo de vida modesto, simples e digno de louvor”. Verdadeiro caminho para a vida... Segredo revelado no amor... Verdadeiro espaço de satisfação interior, que se realiza na amizade e na convivência fraterna.
Fortalecido, o discípulo é mandado ao mundo. Deve testemunhar. A jornada de evangelização exigirá o desprendimento do que é supérfluo... Daquela vaidade, presente ali, no grupo dos conjurados do banquete, ávidos por glórias humanas, procurando afoitamente os primeiros lugares.
Para ele, é básico reconhecer a liberdade, como dom gratuito do amor divino, que lhe permitirá restabelecer a retidão da vontade, na prática do bem. Mensageiro do Evangelho, ele será continuamente interpelado a respeito do serviço ao próximo e de seu amor desinteressado, marcado por um coração misericordioso.
De mente aberta, livre de todo apego exagerado, ele estará contente e tranquilo, indícios de uma alma humilde, que se coloca, não menos, nem mais, em seu devido lugar, enquanto o avarento e prepotente perde o seu centro e se torna ansioso.
Portanto, a força transmitida pelo Senhor é altamente qualificada e essencial... É maravilhosa! Fortalece a união fraterna e produz a verdadeira paz, de sorte que, com ânimo inalterado, o discípulo estará capacitado a dialogar, com liberdade de espírito e cordialidade... Emerge uma nova sociedade, cuja prioridade é o bem comum e a verdade... E isto, em meio às contradições e diferenças de posições e opiniões.



+Dom Fernando Antônio Figueiredo, ofm

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reflexão do Evangelho - Lc 21, 5-19 - A ruína de Jerusalém e o fim dos tempos - Terça-feira 25 de Novembro e Quarta-feira 26 de Novembro