Reflexão do Evangelho de Sexta-feira 07 de agosto

Reflexão do Evangelho de Sexta-feira 07 de agosto
Mt 16, 24-28 -  Condições para seguir Jesus

        Justamente após a profissão de fé do Apóstolo S. Pedro, os discípulos encontram-se diante de um novo enigma. Para espanto deles, Jesus lhes anuncia sua paixão e morte. Perturbados, eles não ousavam sequer pedir-lhe um esclarecimento.
        Ao longo do caminho, Jesus se volta, vê seus discípulos, que deveriam estar prontos a tudo, e diz-lhes: “Se alguém quer vir após mim, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz cada dia e siga-me”. Jesus não força, nem constrange, respeita a livre escolha de cada um. Alguns irão opor-se à sua missão, outros o seguirão. Então, Ele insiste: “Quem quer salvar a vida, vai perdê-la, mas o que perder a sua vida por causa de mim, esse a salvará”.  Só quem arrisca sua vida por Ele e se dispõe a segui-lo, pelo caminho do sofrimento e da morte, pode ser seu discípulo. Aos Apóstolos cabe a decisão.
As palavras: “perder a vida por causa de mim”, segundo Orígenes, não só significam por causa dele, mas “por causa de sua união com Ele”. Pouco a pouco eles começam a entender e a ver as situações e as pessoas de outro modo, assim como desejavam que o Senhor os olhasse: com olhos de acolhida, perdão, benevolência, compreensão. Para eles, porém, impõe-se uma alternativa: renegar a Cruz ou gloriar-se nela, ganhar o mundo ou crucificá-lo, amando-o a ponto de oferecer, unidos a Jesus, a própria vida por toda a humanidade. Ato não de desprezo ou de negligência, mas de audácia.

        Nasce assim um novo modo de relacionamento, desaparecem os motivos de hostilidade e de discriminação, caem as máscaras e por trás surge  a realidade espiritual de cada um. Então, de coração aberto e generoso, os Apóstolos acolhem Cristo que se revela com tudo quanto Ele significa de confiança, de abandono e de amor. E guiados pelo amor, começo e fim da lei moral, eles são confortados pela misericórdia do Mestre que é eterna novidade de vida. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reflexão do Evangelho - Lc 21, 5-19 - A ruína de Jerusalém e o fim dos tempos - Terça-feira 25 de Novembro e Quarta-feira 26 de Novembro