Reflexão do Evangelho de Sexta-feira 02 de outubro



Reflexão do Evangelho de Sexta-feira 02 de outubro
Mt 18,1-5.10 - Quem é o maior?

       Jesus anuncia o poder do Evangelho, que permite aos seus seguidores a experiência de uma fraternidade sem fronteiras, vivida no amor desinteressado, cheio de confiança e simplicidade. Entrementes, os Apóstolos disputavam entre si quem ocuparia o lugar de precedência e de dignidade no seu Reino. Perguntavam-se: Quem será o maior diante de Deus? Chamando uma criança, Jesus a coloca no meio deles e lhes diz: “Em verdade vos digo, se não vos converterdes e não vos tornardes como as crianças, vós não entrareis no reino de Deus”. Com toda franqueza, Ele os admoesta a se converterem, caso contrário, não estarão preparados para entrar no reino de Deus. Não importa em que grau eles estarão, nem quem ocupará o primeiro lugar. Importante é fazer parte do Reino, e pertencer ao Reino de Deus é ver-se filho do Pai celestial, pois só sendo filho seu se pode participar da vida divina. Em Deus, não há categorias diversas, todos são seus filhos. E a todos eles o Pai confere seu maior tesouro, seu Reino de amor e de comunhão. Uma lição lhes é dada: o contraste entre o “maior e os pequeninos”, entre “o primeiro e o último”.
Por fazerem uma ideia gloriosa da vinda do Messias, de imediato, os Apóstolos não o compreendem. Escreve São Jerônimo: “Pacientemente, por meio da humildade, Jesus quer agora purificar esse desejo de glória manifestado por eles”. Trata-se da atitude espiritual fundamental de humildade e de simplicidade, que não tem nada de beatice. Mais do que psicológica, a humildade evangélica, fundada na união a Cristo, por ser mística, leva os seguidores do Senhor a se colocarem a serviços dos pequenos, ou seja, das crianças, dos pobres, dos simples, dos que sofrem. Vive-se a fraternidade, em que todos são irmãos e irmãs, filhos amados do Pai. Mas esta postura, diz Jesus aos Apóstolos, exige conversão, assumida seriamente, pois só assim eles terão parte no Reino de Deus.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reflexão do Evangelho - Lc 21, 5-19 - A ruína de Jerusalém e o fim dos tempos - Terça-feira 25 de Novembro e Quarta-feira 26 de Novembro