Reflexão do Evangelho de sexta-feira 13 de novembro



Reflexão do Evangelho de sexta-feira 13 de novembro
Lc 17, 26-37 – O dia do Filho do Homem


       Jesus vem a nós, revela-nos a face humana de Deus e, em sua vitória sobre o pecado e a morte, antecipa a manifestação da glória de Deus. O Instante de Jesus, o Hoje do Reino, opera uma transposição radical da instituição terrestre de Israel a um plano de realidade espiritual transcendente. Assim, na pessoa do Filho de Deus, efetiva-se na história a presença da eternidade, que, imanente no tempo, nos prepara para o dia da instauração definitiva do seu Reino de amor e de misericórdia.
O dia do Filho do Homem, seu retorno glorioso, embora não se diga quando se dará, é certo; “como no dia de Noé”, ele será rápido e inesperado, não está aqui nem ali. “O patrão virá no dia em que o servo não o espera”, insiste S. Mateus. No entanto, para consolá-los da nostalgia dos “dias” em que não mais estaria visivelmente presente, Jesus fala de sua presença interiorizada no meio deles, graças ao Espírito Santo, que irá inaugurar o tempo novo, previsto pelos profetas.
       No presente momento, eles estarão atentos e vigilantes, e a comunidade cristã, vivendo o hoje do Reino, estará sempre preparada para o seu retorno, pois, ciente de que não basta simplesmente dizer seu nome, ela pratica o bem e “investe” os talentos recebidos. Nesse sentido, comentando as palavras de Jesus: “Quem estiver no terraço, não desça; quem estiver no campo, não volte atrás”, escreve S. Agostinho: “Os que estão no terraço não devem descer, isto é, não se deve descer de uma vida espiritual a uma vida carnal”.
       Por conseguinte, a vida terrena situa-se no espaço compreendido entre realização e expectativa, entre ter e esperar, “alegres na esperança” (Rm 12,12). E a vinda do Filho do Homem seráomemHomem aguardada não com medo, mas sim com confiança, pois há uma continuidade, coligando dois Instantes que se tornam um: aquele em que Jesus aparece na história e aquele em que o Filho do homem retornará.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reflexão do Evangelho - Lc 21, 5-19 - A ruína de Jerusalém e o fim dos tempos - Terça-feira 25 de Novembro e Quarta-feira 26 de Novembro