Reflexão do Evangelho de Lc 9, 7-9 - Herodes e Jesus - Quinta-feira 25 de Setembro

Reflexão do Evangelho de Lc 9, 7-9 - Herodes e Jesus
Quinta-feira 25 de Setembro

        Perplexo e temeroso, Herodes ouvia falar de Jesus e de sua pregação em toda a Galileia. Apreensivo, perguntava quem era Ele. Alarmou-se quando alguém lhe diz que era João Batista, a quem tinha mandado decapitar, que tinha ressuscitado e era aclamado pelas multidões. Outros diziam ser Elias, o qual, segundo se dizia, não tinha morrido, mas somente tinha sido arrebatado aos céus e cuja volta era esperada. Ora, soavam ainda aos seus ouvidos as denúncias de João Batista e suas interpelações proféticas, convocando-o ao arrependimento e à penitência. As palavras de Jesus, exortando a se colocar no horizonte ético-jurídico da Aliança de Deus, não lhe eram desconhecidas. Sua consciência de culpa, novamente ela, passava a incomodá-lo fortemente, como castigo antecipado.  
Herodes sente-se inquieto. Caso fosse João Batista ressuscitado, este “poderia, diz Teodoro de Heracleia, usar contra ele, de modo ainda mais decisivo, a sua cáustica liberdade de palavra. Motivo para ele de terror e de frustração, pois João trazia a público as suas ações desonestas”. Temia-o sem deixar de respeitá-lo, pois sempre o teve como grande profeta e servo de Deus. Sua atitude o impressionava: fiel à vontade de Deus e à sua Lei, João jamais teve o intuito de adulá-lo.   
Para Herodes, a situação é dramática. Antes, João Batista, agora, Jesus, que questiona e exige fé e amor ilimitado a Deus. Seu apelo, enraizado no direito e na justiça, remete à Aliança feita por Deus com o seu povo. Talvez, em seu íntimo, Herodes alimente a intenção de mudança de vida e o desejo de ser mais coerente em suas ações e decisões. Mas isso supõe conversão, da qual ele parece fugir. Desde muito, um conflito interior o persegue e o atormenta, e irá se manifestar no momento do julgamento de Jesus.


Dom Fernando Antônio Figueiredo, o.f.m.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reflexão do Evangelho de Mt 21, 33-43 - Parábola dos vinhateiros homicidas - Domingo 05 de Outubro

Reflexão do Evangelho de Mt 16, 24-28 - Condições para seguir Jesus - Sexta-feira 08 de Agosto

Reflexão do Evangelho de Mt 14, 13-21 - Multiplicação dos pães (primeira) - Domingo 03 de Agosto